Uso indevido da web no escritório: conheça os sete pecados capitais!


Como já discutimos anteriormente, o uso indevido da internet por funcionários custa caro para as empresas. Estudo elaborado pelo site norte-americano Salary.com, constatou que, nos EUA, a perda com o uso ineficiente da internet por funcionários chega a US$ 759 bilhões por ano!

Mas, os problemas não terminam por aí. Levantamento feito pela consultoria Sophos constatou que 79% dos profissionais responsáveis pelos sistemas de informações das empresas acreditam que o uso irresponsável da internet pelos funcionários coloca as empresas em risco.

Além das perdas, responsabilidade!
O levantamento constatou que, apesar das instruções dadas pelos profissionais da área ao resto da equipe de funcionários, os casos de abertura de e-mails indevidos e anexos desconhecidos continuam crescendo.

Além de colocar em risco a empresa, o uso incorreto da web pode acabar levando a empresa a ser responsabilizada por práticas indevidas dos seus funcionários. Assim, por exemplo, um funcionário que, durante a sua permanência no escritório, acessar sites proibidos, ou enviar e-mails ilegais, pode acabar comprometendo a empresa. Isso porque é a ela que pertence o IP (internet protocol) usado.

Confira os 7 pecados capitais
Para ajudar as empresas a combater esse problema, o estudo da Sophos identificou os sete pecados capitais no que se refere ao uso indevido da web no escritório, são eles:
Abrir documentos anexados;
Clicar em mensagens não solicitadas;
Abrir programas com brincadeiras enviados por amigos fora do escritório;
Visitar sites pornôs ou de conteúdo ilícito;
Instalar programas não autorizados ou complementos do navegador web;
Enviar informações pessoais a desconhecidos por e-mail;
Uso e compartilhamento da mesma senha em várias páginas da web.
Conduzido no Reino Unido, o estudo da Sophos constatou que, apesar de informados dos riscos de suas ações, os funcionários defendem que os profissionais responsáveis pelo uso indevido da web sejam oficialmente informados dos riscos a que estão expondo as empresas. Caso haja reincidência da prática, aí sim eles defendem a demissão do profissional. Porém, para 10% dos entrevistados, já existe informação suficiente sobre o tema, de forma que os profissionais envolvidos devem ser demitidos imediatamente.

Fonte: http://www.administradores.com.br
Share:

0 comentários:

Aviso importante!

Não realizamos upload dos ficheiros, apenas reportamos os links que encontramos na própria Internet. Assim, toda e qualquer responsabilidade não caberá ao administrador deste blog. Este blog não tem como objetivo reproduzir as obras, apenas divulgar o que foi encontrado na Internet. Os filmes aqui informados são de cunho científico assim como as séries, as quais são produzidas para exibição em TV aberta. Uma vez que a série não tenha sido ripada de um DVD, ou seja, a mesma foi gravada do sinal de TV aberta com o respectivo selo da emissora. Não é caracterizado crime, pois a mesma foi produzida para exibição pública. Será crime quando for realizado venda desta série ou filme. Quem efetuar download de qualquer ficheiro deste blog, que não tenha seu conteúdo de base Open Source (Código Aberto), ou FOSS (Free Open Source Software), deverá estar ciente que terá 24 horas para eliminar os ficheiros que baixou. Após assistir e gostar do filme ou série, adquira o original via lojas especializadas. Se algo contido no blog lhe causa dano ou prejuízo, entre em contato que iremos retirar o ficheiro ou post o mais rápido possível. Se encontrou algum post que considere de sua autoria, favor enviar e-mail para suporte@delphini.com.br informando o post e comprovando sua veracidade. Muito obrigado a todos que fizeram deste blog um sucesso.

Creative CommonsEsta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citando nome do autor, data, local e link de onde tirou o texto). Você não pode fazer uso comercial desta obra.Você não pode criar obras derivadas.

Google+ Followers

Nossos 10 Posts Mais Populares