Rede de farmácias de RS troca de sistema operacional e adota Linux

A rede de farmácias Maxxi Econômica está trocando a estrutura de tecnologia nas 70 unidades espalhadas pelo Rio Grande do Sul, além da matriz.

Software e hardware sob medida fazem parte do investimento de R$ 209 mil, que geraram uma economia de R$ 1,5 milhão.

No novo modelo, pensado desde o final de 2010, trocam-se máquinas e sistema operacional: sai Windows, entra Linux.

Máquinas da Positivo Informática completam a solução, que envolve o uso de dois equipamentos em cluster com um sistema operacional Linux desenvolvido pela própria TI da Maxxi, em parceria com a gaúcha E-projeti, instalada no Unitec, em São Leopoldo.

Segundo Diogo Santos, gerente de TI da Maxxi, serão usadas 142 máquinas novas, com o processador i5, da Intel, e 8GB de memória RAM.

“Decidimos que para atender bem nossos clientes a tecnologia da empresa não podia parar, teria que ser contínua, então resolvemos desenvolver uma distribuição de Linux onde o banco de dados é nativo do sistema operacional ganhando já de arrancada em desempenho” conta Santos.

Somados os recursos, o processamento poderá chegar a 5 Ghz, com 16GB de RAM – quatro vezes mais que o atual.

Além da velocidade acelerada, explica o executivo, o sistema em cluster garante a manutenção das atividades das unidades. “Mesmo que uma máquina caia, continuamos com o dobro da capacidade anterior. Parar de funcionar, então, só com uma catástrofe”, enfatiza.

Cliente da positivo há dois anos, a Maxxi trabalhou na configuração dos PCs em conjunto com a equipe de desenvolvimento da fabricante. “É um ótimo negócio. Estamos economizando 50% do preço original”, diz Santos.

Economia com software livre

O software, desenvolvido em 90 dias de laboratório com a E-projeti, partiu de uma versão do Kernel Linux, com desenvolvimento do zero. Entre os programas nativos está o Firebird, para banco de dados.

“Nâo usamos nenhuma distribuição já existente como base. Foi uma forma de evitar as aplicações acessórias que só pesavam na máquina”, conta o gerente.

Antes da nova solução – já implementada em 10 unidades da rede – a Maxxi usava o Windows Server, rodando em máquinas com Core 2 Duo e 4GB de RAM. Além de economizar em licenças, já que o gasto com o Linux saiu por 10% do custo com o software proprietário, calcula Santos, a TI ganhou em tempo.

“Antes, uma manutenção levava quatro ou até cinco horas. Agora, em questão de minutos fazemos backup, limpeza de arquivos e restauração. Há processos que levam segundos. Nem nós acreditamos”, comemora.

O envio de informações das unidades para a matriz também caiu, de 10 para um minuto.

A TI também ganhou. Segundo Santos, agora a equipe trabalha com apenas quatro funcionários, focados em suporte, manutenção de hardware e outras rotinas operacionais da empresa.

“Hoje, a TI não é só suporte ao usuário, mas um setor que ajuda na empresa, automatizando processos e agilizando a execução de tarefas”, completa.

Com 18 anos de mercado, a Maxxi Econômica tem 70 lojas espalhadas em mais de 30 cidades do do Rio Grande do Sul, sendo 20 delas apenas na Grande Porto Alegre. Em 2010, a empresa faturou R$ 272 milhões, atendendo uma média de 700 mil clientes por mês.

fonte: http://www.baguete.com.br
Share:

0 comentários:

Aviso importante!

Não realizamos upload dos ficheiros, apenas reportamos os links que encontramos na própria Internet. Assim, toda e qualquer responsabilidade não caberá ao administrador deste blog. Este blog não tem como objetivo reproduzir as obras, apenas divulgar o que foi encontrado na Internet. Os filmes aqui informados são de cunho científico assim como as séries, as quais são produzidas para exibição em TV aberta. Uma vez que a série não tenha sido ripada de um DVD, ou seja, a mesma foi gravada do sinal de TV aberta com o respectivo selo da emissora. Não é caracterizado crime, pois a mesma foi produzida para exibição pública. Será crime quando for realizado venda desta série ou filme. Quem efetuar download de qualquer ficheiro deste blog, que não tenha seu conteúdo de base Open Source (Código Aberto), ou FOSS (Free Open Source Software), deverá estar ciente que terá 24 horas para eliminar os ficheiros que baixou. Após assistir e gostar do filme ou série, adquira o original via lojas especializadas. Se algo contido no blog lhe causa dano ou prejuízo, entre em contato que iremos retirar o ficheiro ou post o mais rápido possível. Se encontrou algum post que considere de sua autoria, favor enviar e-mail para suporte@delphini.com.br informando o post e comprovando sua veracidade. Muito obrigado a todos que fizeram deste blog um sucesso.

Creative CommonsEsta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citando nome do autor, data, local e link de onde tirou o texto). Você não pode fazer uso comercial desta obra.Você não pode criar obras derivadas.

Google+ Followers

Nossos 10 Posts Mais Populares