SMS pirata: força-tarefa trabalha para identificar e denunciar empresas!

Uma força-tarefa montada em torno do MEF-LatAm trabalha para identificar as empresas que praticam o chamado "SMS pirata" no Brasil, ou seja, a exploração de serviços corporativos de mensagem de texto através de canais não certificados, como o uso indevido de rotas internacionais e de chipeiras (equipamentos que disparam mensagens através de SIMcards de pessoas físicas). Fazem parte dessa força-tarefa as companhias Movile, Spring Wireless, Takenet, TWW e Zenvia.

O grupo vem coletando informações e identificando variadas infrações cometidas por quem presta esse tipo de serviço. Há indícios de irregularidades em diversos campos, desde a legislação de telecomunicações até o código de defesa do consumidor (no caso de envio de spams), passando pela esfera tributária e pelo uso indevido de logomarcas das operadoras em seus sites. Nos próximos dias uma carta aberta elaborada pelo grupo será enviada a órgãos públicos e privados elencando os argumentos contra o SMS pirata, com base em princípios éticos, jurídicos e de mercado.

Paralelamente, as operadoras estão trabalhando em uma "lista branca" com os nomes dos integradores homologados por elas para prestar o serviço de SMS corporativo. Essa lista deve ser divulgada dentro de algumas semanas no site www.smspirata.com.br, criado e mantido por iniciativa de alguns dos associados do MEF-LatAm.

Cássio Machado, CEO da Zenvia, uma das integradoras com conexão direta com as teles e que participa da campanha contra o SMS pirata, explica que é preciso fazer um trabalho intenso de conscientização dos clientes. "Muitas vezes o cliente não sabe que está contratando SMS pirata. Ele vê apenas o preço. É como comprar uma carga roubada", compara.

O esforço tem se concentrado junto a órgãos públicos, pois o processo de contratação do serviço requer uma licitação aberta, o que abre a oportunidade de os integradores homologados analisarem o edital e alertarem para eventuais brechas que permitam a participação de companhias com métodos irregulares de envio de mensagens.

Lista

A acusação de uma empresa como praticante de "SMS pirata" requer cautela e não pode ser baseada apenas no fato de ela não ter uma conexão direta com as operadoras móveis. Há companhias que prestam o serviço de SMS corporativo corretamente através de contratos com integradores devidamente homologados. O problema é o uso indevido de chipeiras para disparo de mensagens corporativas aproveitando-se de promoções de tráfego ilimitado de SMS para consumidores finais, o que fere os termos de serviço das teles. Uma forma de identificar essa prática é se o remetente da mensagem corporativa for um número de telefone comum, com DDD e oito dígitos (ou nove, no caso de São Paulo), em vez de um short code. No caso de rotas internacionais, contudo, é comum a falsificação do remetente das mensagens. Assim, somente uma análise mais detalhada por parte das operadoras consegue identificar a fraude.

Share:

0 comentários:

Aviso importante!

Não realizamos upload dos ficheiros, apenas reportamos os links que encontramos na própria Internet. Assim, toda e qualquer responsabilidade não caberá ao administrador deste blog. Este blog não tem como objetivo reproduzir as obras, apenas divulgar o que foi encontrado na Internet. Os filmes aqui informados são de cunho científico assim como as séries, as quais são produzidas para exibição em TV aberta. Uma vez que a série não tenha sido ripada de um DVD, ou seja, a mesma foi gravada do sinal de TV aberta com o respectivo selo da emissora. Não é caracterizado crime, pois a mesma foi produzida para exibição pública. Será crime quando for realizado venda desta série ou filme. Quem efetuar download de qualquer ficheiro deste blog, que não tenha seu conteúdo de base Open Source (Código Aberto), ou FOSS (Free Open Source Software), deverá estar ciente que terá 24 horas para eliminar os ficheiros que baixou. Após assistir e gostar do filme ou série, adquira o original via lojas especializadas. Se algo contido no blog lhe causa dano ou prejuízo, entre em contato que iremos retirar o ficheiro ou post o mais rápido possível. Se encontrou algum post que considere de sua autoria, favor enviar e-mail para suporte@delphini.com.br informando o post e comprovando sua veracidade. Muito obrigado a todos que fizeram deste blog um sucesso.

Creative CommonsEsta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citando nome do autor, data, local e link de onde tirou o texto). Você não pode fazer uso comercial desta obra.Você não pode criar obras derivadas.

Google+ Followers

Nossos 10 Posts Mais Populares