Mercado de Segurança da Informação na América Latina.

O aumento da quantidade e da complexidade de ataques virtuais na América Latina tem impulsionado o mercado de segurança da informação na região, com destaque para Brasil, Colômbia e Peru.

Pesquisa divulgada pela Symantec revela que 42% das empresas da América Latina sofreram com algum tipo de perda de dados móveis em 2012. Realizada com 3.236 empresas de 29 países, o levantamento as dividiu em dois grupos principais: as companhias chamadas de "inovadoras", mais dispostas a adotarem novas tecnologias em seus negócios, e empresas "tradicionais", mais resistentes.

Entre as consideradas empresas "inovadoras", 84% delas estão implementando soluções de mobilidade imediatamente. Na América Latina, o número é de 32%. Entre os inovadores latinoamericanos, 56% afirmam que os benefícios trazidos pelas tecnologias móveis superam os riscos. Do lado das empresas tradicionais, 66% acreditam que os riscos não compensam.

Quando questionadas sobre quais perdas seriam em consequência de tecnologias mobile, 42% das empresas mencionaram a perda de dados, seja via empregados ou clientes. A perda de produtividade foi mencionada por 35% das empresas, e o aumento de custo, por 33%. Nesse aspecto, as empresas inovadoras tiveram em média duas vezes mais incidentes envolvendo tecnologias mobile, como perda de dispositivos e violações de dados, gerando multas e perda de receita.

Ainda assim, essas empresas afirmaram estarem obtendo um crescimento de receita quase 50% superior às tradicionais, e observam resultados positivos como aumento de produtividade, agilidade e aprimoramento no valor da marca.

Consultando outros mercados, a líder Cisco aumentou a receita com segurança de rede na América Latina em 11% no quarto trimestre de 2011, com cerca de 1/3 das receitas globais enquanto a Check Point, cresceu suas receitas em 19% no mesmo período.

Com tudo isso, a expectativa é de alto investimento por parte das empresas globais em suas operações na região, principalmente no mercado brasileiro, e pesquisas comprovam isso. No que tange aos investimentos no curto prazo, as principais tendências identificadas incluem forte demanda por criptografia de dados, oferta de soluções de segurança unificadas e a contratação de serviços de segurança gerenciada.

A pergunta agora é: compensa o investimento em recursos na América Latina, além do Brasil? Respondo: Segundo os números, sim!

Por Agnaldo Gonçalves, Gerente Nacional de Serviços da Arcon serviços gerenciados de segurança da informação.
 
Share:

0 comentários:

Aviso importante!

Não realizamos upload dos ficheiros, apenas reportamos os links que encontramos na própria Internet. Assim, toda e qualquer responsabilidade não caberá ao administrador deste blog. Este blog não tem como objetivo reproduzir as obras, apenas divulgar o que foi encontrado na Internet. Os filmes aqui informados são de cunho científico assim como as séries, as quais são produzidas para exibição em TV aberta. Uma vez que a série não tenha sido ripada de um DVD, ou seja, a mesma foi gravada do sinal de TV aberta com o respectivo selo da emissora. Não é caracterizado crime, pois a mesma foi produzida para exibição pública. Será crime quando for realizado venda desta série ou filme. Quem efetuar download de qualquer ficheiro deste blog, que não tenha seu conteúdo de base Open Source (Código Aberto), ou FOSS (Free Open Source Software), deverá estar ciente que terá 24 horas para eliminar os ficheiros que baixou. Após assistir e gostar do filme ou série, adquira o original via lojas especializadas. Se algo contido no blog lhe causa dano ou prejuízo, entre em contato que iremos retirar o ficheiro ou post o mais rápido possível. Se encontrou algum post que considere de sua autoria, favor enviar e-mail para suporte@delphini.com.br informando o post e comprovando sua veracidade. Muito obrigado a todos que fizeram deste blog um sucesso.

Creative CommonsEsta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citando nome do autor, data, local e link de onde tirou o texto). Você não pode fazer uso comercial desta obra.Você não pode criar obras derivadas.

Google+ Followers

Nossos 10 Posts Mais Populares