Contra ameaças virtuais

Segundo a AVG, desenvolvedora do popular software gratuito para segurança de internet, a segurança na web depende principalmente do usuário final. Segundo uma pesquisa realizada pela fabricante, 50 a 70% dos problemas cibernéticos poderiam ser resolvidos se crianças, pais, supervisores, trabalhadores e executivos seguissem algumas práticas fáceis de proteção.

São elas: reconhecer e-mails perigosos, sites e anexos, deletando-os; instalar e manter atualizados programas de segurança como firewalls anti-malware, anti-spyware, filtros de spam; escolher senhas difíceis e evitar usar mídias desconhecidas ou pen drives.

Para esclarecer o consumidor, a companhia está firmando parcerias com os governos dos Estados Unidos e União Européia.

A ação será desenvolvida por uma equipe de comunicação estratégica liderada por Siobhan MacDermott, que foi promovida ao cargo de vice-presidente sênior de Política e Relações com Investidores e conta com o apoio de Beth Jordan, VP de Relações Governamentais do governo dos EUA e Tom Ridge, secretário de Segurança Interna. A companhia está participando ativamente de várias iniciativas relativas à segurança cibernética.

Fonte: http://www.b2bmagazine.com.br



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.