Para que serve um container?

Um bom exercício de criatividade é imaginar outros usos para os produtos que vemos no dia a dia. Muitas vezes surgem oportunidades para novos negócios que nunca havíamos imaginado. Vou fazer uma simulação de como as idéias podem se combinar e resultar em produtos completamente inusitados.

O container foi pensado e desenvolvido para transporte de cargas, certo? Mas que tal uma casa feita a partir de um container? Pode-se aproveitar containers usados e transformar em uma casa de baixo custo, fácil transporte e construção (como esta casa chinesa abaixo).


Não ficou muito impressionado? Uma simples idéia de fazer uma casa pode se transformar em algo mais sofisticado. Que tal essas casas sustentáveis da BG Blocks feitas de cinco containers reciclados que utilizam energia solar e água aproveitada de chuvas:


Bom se podemos fazer casas com mais de um andar, por que não fazer prédios inteiros de containers?


Se podemos fazer até um prédio de containers, seria razoavelmente simples construir um restaurante “móvel”, que acompanhe os seus clientes nas férias de verão, por exemplo.



Mas pensando bem, se o importante for mobilidade, por que ficar preso à um container? Que tal construir uma casa que possa ser drasticamente reduzida para transporte e seja facilmente expandida no local desejado? Poderíamos levar a nossa casa para passar as férias no campo, por exemplo.




É claro que essa foi somente uma simulação e cada um dos exemplos acima são produtos de empresas distintas que não necessariamente se inspiraram nas outras.Mas as associações de idéias são muito poderosas. Um bom brainstorming pode transformar um simples container em uma casa móvel e flexível.
Faça o teste! Junte alguns colegas, escolha um produto do seu dia a dia e pensem no que isso poderia se transformar. Façam sem críticas, deixem as idéias rolarem sem se preocupar se são viáveis ou não.
Garanto que o resultado será no mínimo inusitado!

Fonte: http://www.biinternational.com.br (Aluno Rodrigo Caldeira Ramos, Blog acadêmico - B.I. International.)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.