O termo “telefone celular” na verdade está errado?

Quando lhe perguntam sobre seu telefone no bolso, você responde que é um celular ou um telemóvel? No Brasil, usamos a forma celular; em Portugal, é telemóvel. Da mesma forma, é mais comum nos EUA o termo “cell phone”; enquanto que no Reino Unido temos o “mobile phone”. Mas, ao que parece, os europeus estão mais corretos que a gente.

A palavra celular, como descrita na tecnologia de telefonia, foi usada pelos engenheiros Douglas H. Ring e W. Rae Young da Bell Labs. Eles diagramaram uma rede de torres sem fio no que eles chamaram de layout celular. O termo “celular” foi escolhido porque cada torre e seu mapa de cobertura pareciam uma célula biológica. Acabou que os aparelhos que operam nesse tipo de rede sem fio passaram a ser chamados de telefones celulares.

No inglês, o termo “mobile phone” surgiu antes de “cellular phone”. O primeiro telefone móvel foi usado em 1946 no serviço telefônico Mobile da Bell System, um sistema fechado de radiotelefonia. E os primeiros telefones móveis comerciais foram instalados em carros, na década de 60.

Os dois termos, cellular phone e mobile phone, acabaram se tornando sinônimos. Telemóvel e telefone celular também são sinônimos, inclusive registrados em dicionário, apesar de usados em países diferentes. Mas algumas pessoas discordam desse uso. Eles consideram que o termo “telefone celular”/”cellular phone” é impróprio, já que o telefone não é celular: o telefone é móvel, e arede é celular. O que você acha: isso é apenas metonímia – telefone (de rede) celular – ou você vai usar “telemóvel” daqui em diante?
 
Fonte: [The Atlantic]

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.